Promotor parte pra cima de advogado de 84 anos durante sustentação; OAB desagrava

Em decorrência da agressão, a 12ª Subseção da OAB realizou ato de desagravo em favor de toda a advocacia.

20/08/2019 10h48

 

Como se não bastassem os desafios naturais da profissão de advogado, alguns patronos enfrentam pelo caminho profissional situações adversas quando o assunto é prerrogativa.

O advogado Said Halah, de Ribeirão Preto/SP, viu de perto o desrespeito à profissão. Quando tinha 84 anos, o causídico foi agredido por um promotor em plena sessão do Júri. No começo do mês de agosto, a 12ª Subseção da OAB realizou ato de desagravo em favor de toda a advocacia em decorrência do episódio.

Detalhes

O advogado, hoje com 89 anos e ainda atuante na profissão, contou que durante sua sustentação oral, o promotor não lhe permitia falar, interrompendo-o sucessivamente. O causídico, então, solicitou ao magistrado que presidia a sessão que fizesse o promotor se conter. “O juiz não tomou nenhuma atitude”, relatou. 

As interrupções continuaram e, então, o advogado pediu para o promotor se calar. Posteriormente, segundo Said Halah, o promotor proferiu xingamentos contra sua mãe, desceu da tribuna, empurrando o advogado para agredi-lo. “Ele estava totalmente descontrolado”, contou.

Depois do episódio, o advogado preferiu não tomar nenhuma atitude contra o promotor, por temer a nulidade do julgamento. Então, um advogado que presenciou a agressão representou na Ordem pedindo que a OAB tomasse providências em favor de toda a advocacia.

A solenidade de desagravo foi feita no último dia 7 de agosto. O ato foi feito em favor de toda a advocacia, tendo o advogado Said Halah sendo vítima e testemunha no processo. 

Fonte: Migalhas

Anuncie na Nação Jurírica

Faça com que sua marca seja vista por toda a nossa Nação!